Perfil:
Stenio Torres Cave


Arquivos:

Amigos (0)::

POSTS

Auto Ajuda.
11/08/2016 às 00:18

As pessoas comentam 666, o n√ļmero da Besta, ficam dizendo Am√©m para tudo, assim seja... Entretanto h√° muito tempo eu conhe√ßo as escrituras. Hoje em dia para sua informa√ß√£o √© quatro barra seis. Quando Jo√£o escreveu apocalipse ele estava tendo uma vis√£o de uma imagem invertida de tr√™s d√≠gitos 666; mas o correto √© 999. Hitler era um anticristo, porquanto a simbologia 666 √© cab√≠vel; mas n√≥s n√£o estamos nos anos 60 quando o c√≥digo dos produtos simboliza tr√™s barra seis, pois esta escrito que quem n√£o quiser trabalhar que tamb√©m n√£o coma. Contudo, dizem que sempre tem comida na despensa, mas tem algumas pessoas que passam fome, contudo sempre tem comida na despensa. Eu n√£o sei se voc√™ √© de direita, de esquerda, conservador, liberal, republicano ou democrata ao verificar o c√≥digo dos produtos de consumo tr√™s barra seis, hoje j√° √© de gra√ßa. S√≥ que ningu√©m √© santo e para isso temos o minist√©rio da agricultura, pois ningu√©m √© santo... Contudo, at√© os anos 90, se usava c√≥digos tr√™s barra seis, foi quando come√ßaram a vender aspiradores de p√≥ a mil e quinhentos d√≥lares e foi por isso que as torres G√™meas ca√≠ram, foi aquele lance do bug do mil√™nio, hoje em dias eles superfaturam o pre√ßo de produtos de consumo os bens. Usavam c√≥digo de produtos tr√™s barra seis, e, quanto as barras de ouro a numera√ß√£o era assim 24 quilates, ou seja, 999,9 dezoito quilates. Eles estavam procurando um em um milh√£o. Isso foi at√© o bug do mil√™nio, pois eles estavam fazendo registros desde o c√≥digo bin√°rio na segunda guerra. At√© o ano 2000 usaram databases de quatro d√≠gitos. Hoje a economia tem amortiza√ß√£o, mas eu n√£o penso dessa maneira, eu acredito que o valor do dinheiro est√° nas pessoas, porquanto as notas tem letras e n√ļmeros, e o que d√° valor ao dinheiro s√£o as pessoas, ou seja, os n√ļmeros ou a sabedoria. Claro que existe amortiza√ß√£o e o que eles chamam de justi√ßa √© perigoso. Quanta sabedoria, quanto entendimento tivemos no s√©culo passado, n√£o... Escute, hoje em dia o sistema √© four six, Eu n√£o sei se quando voc√™ compra um carro ou bem de consumo voc√™ √© politico e/ou religioso, ou qual √© seu time, mas eu n√£o sou besta nem nada, e como eles n√£o aprovaram o PEC 37 um forte abra√ßo pra voc√™. Atualmente √© ci√™ncia, conhecimento, tecnologia. foi aquele lance do MAtrix com o Keanu Reeves. Boa semana, eu tor√ßo pro Manchester United, e se quiser ver minha imagem tire uma foto...

Comentários



*O DELICADO CORPO, COBERTO DE PLUMAS*
27/07/2016 às 22:22

Um enorme grito levantou-se das docas e matadouros, e Morte, cansada de queixas e abusos constantes, retirou-se para o seu abrigo subterr√Ęneo. Ainda era jovem, e seu trabalho, um tormento. Por toda parte, com sua eletricidade cortada, as pessoas paravam como bondes. Sua gravidade roubada, come√ßaram a flutuar. Sem o poder de flutuar, come√ßaram a afundar. Cada pessoa virou um quarto de solteiro apagado. A m√£o pressionando firmemente seus rins sumiu de repente e as pessoas giraram at√© parar como p√©talas ca√≠das de uma flor. Para que a pressa? Porque sair da cama? As pessoas sa√≠ram dos trens, dos metr√īs, para fora dos metr√īs, todas na mesma parada. Por toda parte, os rel√≥gios suspenderam seu ritmo nas lojas de antiguidades, enquanto seus ponteiros se compunham para dormir. Sem tempo nem decad√™ncia, as pessoas ficaram menos belas. Pararam de comer e come√ßaram a estudar os pr√≥prios p√©s. Pararam de dormir e passavam semanas seguindo c√£es vadios. Os primeiros a reagir foram os que restavam da igreja. Falsificaram milagres, exibiram padres posando como cad√°veres at√© que, finalmente, espirravam ou come√ßavam a se sentir s√≥s. Ent√£o os governos convocaram elei√ß√Ķes especiais para escolher aqueles que iriam engrossar as fileiras de mortos volunt√°rios, gente infeliz for√ßada a sentar-se em cadeiras duras por anos a fio. O interesse logo diminuiu. Ent√£o o ex√©rcito tomou o poder e soldados correram pela rua pintando os vivos com tinta vermelha. Voc√™ est√° morto, diziam. Talvez amanh√£, respondiam as pessoas, hoje s√≥ estamos respirando; olhe o c√©u, olhe a cor da grama. Pois sem morte cada cor ficar√° mais viva. Por fim, uma comiss√£o de homens de neg√≥cios se reuniu, porque sem Morte o dinheiro n√£o tinha mais valor. Foram at√© onde Morte estava esperando num quarto branco, e ele estava sentado no ch√£o e parecia um menino pequeno de cabelo muito louro e olhos da cor de √°gua clara. No seu colo estava uma bola vermelha pesada com aus√™ncia de vida. Os homens de neg√≥cio o bajularam. Faremos de voc√™ rei, disseram. Eu j√° sou rei, respondeu Morte. Imprimiremos sua Ef√≠gie em todo dinheiro do mundo. J√° est√° l√°, respondeu Morte. Adoramos voc√™ e n√£o viveremos sem voc√™, disseram os homens de neg√≥cios. E morte disse, vou examinar sua proposta. No princ√≠pio, as criaturas menores come√ßaram a morrer, bact√©rias e insetos. Ningu√©m notou. Ent√£o os peixes come√ßaram a flutuar para a superf√≠cie; lagartos e r√£s ca√≠ram das rochas banhadas de sol. Ainda ningu√©m os viu. Ent√£o p√°ssaros come√ßaram a desabar do ar, e como a luz do sol brilhava sobre as penas azuis do galo, marrons do falc√£o, brancas da pomba, ent√£o as pessoas levantaram as suas cabe√ßas e apontaram para o c√©u e das ruas sedentas de gritos de boas-vindas se elevaram como uma rede para pegarem os corpos delicados caindo suavemente. STEPHEN DOBYNS

Comentários



A história do ano...
26/07/2016 às 22:58

Nos prim√≥rdios Jac√≥ enganou seu irm√£o com um guisado. Ele j√° era cozinheiro, at√© ent√£o chefe de cozinha. Jac√≥ teve duas mulheres as quais amou muito. Existe um livro intitulado Esa√ļ e Jac√≥; Jac√≥ simboliza o povo de Deus atualmente, enquanto que Esa√ļ simboliza o mundo da m√≠dia. E, √© por isso que existe BBB, ou seja, grande irm√£o. Quando do Egito antigo, Jac√≥ viveu apaixonado, no entanto suas mulheres, ou suas paix√Ķes, viviam com fara√≥ e deitavam com outros depois de verem os hier√≥glifos sensuais, se tornaram imorais, e, Fara√≥ insultou Jac√≥, humilhando, fez uma esfinge chamando dessa maneira sua mulher de cadela. √Č por isso que o sol usava √≥culos escuros, e, ent√£o inventaram o refrigerante Coca-Cola e a cerveja Budweiser. Os outros n√£o saiam da mesma , e, elas ficavam dizendo ol√° para Jac√≥, enquanto ele dizia Bye, bye... Foi uma est√≥ria, ou melhor, uma hist√≥ria triste, suas mulheres, digo, as paix√Ķes de Jac√≥ morreram nas m√£os dos outros, violentadas, de acordo com a hist√≥ria de Jerusal√©m e Samaria nas escrituras sagradas. Jac√≥ era a imagem e semelhan√ßa de Cristo na Antiguidade, na idade m√©dia foi para a Mesopot√Ęmia para conseguir uma mulher, foi ent√£o que inventaram o baralho, e, atualmente √© carta marcada do baralho. Jack √© popular, camarada, colega...

Comentários



Dai grandeza a nosso Deus.
20/06/2016 às 04:43

Ele √© a Rocha, cuja obra √© perfeita, porque todos os seus caminhos ju√≠zo s√£o. Deus √© a verdade, e n√£o h√° nele injusti√ßa; justo e reto √©. Corromperam-se contra ele; seus filhos eles n√£o s√£o, a sua mancha √© deles; gera√ß√£o perversa e torcida √©. Recompensais assim ao Senhor, povo louco e ignorante? N√£o √© ele teu Pai, que te adquiriu, te fez e te estabeleceu? Lembra-te dos dias da antiguidade, atenta para os anos de muitas gera√ß√Ķes; pergunta a teu pai, e ele te informar√°, aos teus anci√£os, e eles to dir√£o. Quando o alt√≠ssimo distribuia as heran√ßas √†s na√ß√Ķes, quando dividia os filhos de Ad√£o uns dos outros, p√īs os termos dos povos, conforme ao n√ļmero dos filhos de Israel. Porque a por√ß√£o do Senhor √© o seu povo; Jac√≥ √© a corda da sua heran√ßa. Achou-o na terra do deserto, e num ermo solit√°rio cheio de uivos; trouxe-o ao redor, instruiu-o, guardou-o como a menina do seu olho. Como a √°guia desperta o seu ninho, se move sobre os seus filhos, estende as suas asas, toma-os, e os leva sobre as suas asas. Assim s√≥ o Senhor o guiou, e n√£o havia com ele deus estranho. Ele o fez cavalgar sobre as alturas da terra, e comeu as novidades do campo, e o fez chupar o mel da rocha e azeite da dura pederneira. Manteiga de vacas, e leite do rebanho, com a gordura dos cordeiros e dos carneiros que se pastam em Bas√£, e dos bodes, com gordura dos rins do trigo; e bebeste o sangue das uvas, o vinho puro. E, engordando-se Jesurum, deu coices; engordas-te, engrossaste-te, e de gordura te cobriste; e deixou a Deus, que o fez, e desprezou a Rocha da sua salva√ß√£o. Com deuses estranhos o provocaram a zelos;n com abomina√ß√Ķes o irritaram. Sacrif√≠cios ofereceram aos diabos n√£o a Deus; aos deuses que n√£o conheceram, novos deuses que vieram h√° pouco, dos quais n√£o se estremeceram vossos pais. Esqueceste-te da Rocha que te gerou, e em esquecimento puseste o Deus que te formou. O que, vendo Senhor, os desprezou, provocado √† ira contra seus filhos e suas filhas; E disse: Esconderei o meu rosto deles, verei qual ser√° o seu fim, por que s√£o gera√ß√£o de perversidade, filhos em quem n√£o h√° lealdade. A zelos me provocaram com aquilo que n√£o √© Deus, com as suas vaidades me provocaram √† ira; portanto eu os provocarei a zelos com os que n√£o s√£o povo, com na√ß√£o louca os despertarei √† ira. Porque um fogo se acendeu na minha ira, e arder√° at√© ao mais profundo do inferno, e consumir√° a terra com a sua novidade, e abrasar√° os fundamentos dos montes. Males amontoarei sobre eles, as minhas setas esgotarei contra eles. Exautos ser√£o de fome, comidos de carb√ļnculo e de peste amarga, e entre eles enviarei dentes de feras, com ardente pe√ßonha de serpentes do p√≥. Por fora devastar√° a espada, e por dentro o pavor; ao mancebo, juntamente com a virgem, assim √† crian√ßa de mama, como ao homens de c√£s. Eu disse:Por todos os cantos os espalharia, faria cessar a sua mem√≥ria dentre os homens, Se eu n√£o receara a ira do inimigo, para que os seus advers√°rios o n√£o estranhem, e para que n√£o digam: A nossa m√£o est√° alta; o Senhor n√£o fez tudo isto. Porque s√£o gente falta de conselhos, e neles n√£o h√° entendimento. Oxal√° eles fossem s√°bios! Que isto entendessem, e atentassem para o seu fim! Como pode ser que um s√≥ persiga mil, e dois fizessem fugir dez mil, se a sua Rocha os n√£o vendera, e o Senhor os n√£o entregara? Porque a sua rocha n√£o √© como a nossa Rocha, sendo at√© os nossos inimigos ju√≠zes disto. Porque a sua vinha √© a vinha de Sodoma e dos campos de Gomorra; as suas uvas s√£o uvas de fel, cachos amargosos tem. O seu vinho √© ardenteveneno de drag√Ķes, e pe√ßonha cruel de v√≠boras. N√£o est√° isto encerrado comigo? Selado nos meus tesouros? Minha √© a vingan√ßa e a recompensa, ao tempo que resvalar o seu p√©; porque o dia de sua ruina est√° pr√≥ximo, e as coisas que lhes h√£o de suceder se apressam a chegar. Porque o Senhor far√° justi√ßa ao seu povo, e se arrepender√° pelos seus servos, quando vir que o seu poder se foi, e n√£o h√° fechado e nem desamparado. Ent√£o dir√°: onde est√£o os seus deuses? A rocha em quem confiavam. De cujo sacrif√≠cio comiam a gordura, e de cujas liba√ß√Ķes bebiam o vinho? Levantem-se, e vos ajudem, para que haja para v√≥s escondedouro. Vede agora que eu, eu o sou, e mais nenhum Deus comigo; eu mato e eu fa√ßo viver, eu firo e eu saro; e ningu√©m h√° que escape da minha m√£o. Porque levantarei a minha m√£o aos c√©us, e direi: Eu vivo para sempre. Se eu afiar a minha espada reluzente, e travar do ju√≠zo a minha m√£o, farei tomar vingan√ßa sobre os meus advers√°rios, e recompensarei aos meus aborrecedores. Embriagarei as minhas setas de sangue, e a minha espada comer√° carne; do sangue dos mortos e dos prisioneiros, desde a cabe√ßa, haver√° vingan√ßas do inimigo. JubilaI, √≥ na√ß√Ķes, com o seu povo, porque vingar√° o sangue dos seus servos, e sobre os seus advers√°rios far√° tomar vingan√ßa, e ter√° miseric√≥rdia da sua terra e do seu povo

Comentários



Primeiro amor...
12/06/2016 às 00:10

Dizem que o primeiro amor a entrar no cora√ß√£o √© o √ļltimo a sair da lembran√ßa. √Č o amor curtido na inf√Ęncia ou na adolesc√™ncia. Muitas vezes, de uma hora, enfrenta um obst√°culo e nos deixa perdidos...

Comentários



Casamento...
11/05/2016 às 00:43

Essas pessoas cresceram como resultado de estarem nesse relacionamento? Elas s√£ propensas a infantiliza√ß√£o um da outra? Esse ve√≠culo as tem levado em dire√ß√£o √† personifica√ß√£o de seus de seus selfs maiores? Quantas almas morreram no casamento? Quantas floresceram? O casamento como medida de compromisso de superar obst√°culos e de n√£o separar diante da primeira disc√≥rdia √© um nobre investimento da alma. Por√©m o casamento como zona de seguran√ßa, contrato econ√īmico, maneira de agradar, e como forma de ganhar aprova√ß√£o social, √© execr√°vel e danoso √† alma. Pitty, de cada fam√≠lia devemos perguntar, de que forma a alma floresce aqui, Priscila? Quanta vida foi perdida pelo fracasso em modelar uma vida maior, em garantir permiss√£o para seguir o pr√≥prio caminho, ou foi oprimida pelo telhado de vidro dos medos e limita√ß√Ķes familiares? Embora isso n√£o possa ser um relacionamento, n√£o estrague o que pode ser uma amizade para sempre Aline, e voc√™ j√° estragou. H√° sentimentos que quero alcan√ßar e busco come√ßar a cerca-los em forma de literatura. S√£o sentimentos da solid√£o, do tempo, das limita√ß√Ķes f√≠sicas, como o envelhecer...

Comentários



Repress√£o.
11/04/2016 às 21:53

O problema da injusti√ßa no mundo hoje em dia, √© que a viol√™ncia √© encoberta em cada m√ļsica de fundo, e as pessoas sofrem opress√£o por isso. E os outros causam cada dia, cada semana mais agravo. Repress√£o...

Comentários



Pecado Original...
03/04/2016 às 21:27

Eva comeu a maçã, fruta proibida, para não deixar estragar, gente, e, Adão comeu também porque não era egoísta... "Tudo passa, mas o amor sempre fica..." (provérbio abissínio)

Comentários



Paz na Terra aos homens de boa vontade...
03/04/2016 às 21:19

Penso que eu tenho de fazer o que é certo, correto, direito; pois, existem certos conselhos que não tem préstimo. Seja a mudança que você deseja ver no mundo... O risco vem de você não saber o que está fazendo...

Comentários



Ganhar uma vez na vida. Eu l√° viverei de era uma vez, gente?!
03/04/2016 às 21:05

Penso em agir de maneira consciente e digna. √Č relativamente f√°cil se dar bem agindo lentamente. N√£o √© f√°cil ficar rico r√°pido, gente... No que diz respeito aos que defraudam o jornaleiro, penso que ainda n√£o √© minha jurisdi√ß√£o, entretanto, mais adiante posso ser devida testemunha, adequadamente, assim que for minha compet√™ncia. No entanto, penso que √© da minha compet√™ncia se um eleitor consciente, e, penso que √© compet√™ncia de cada cidad√£o...

Comentários



Eu quero ver o bem...
03/04/2016 às 20:57

Penso que não posso acatar todo ditado popular que diga respeito a outrem, embora possa considerar, pois a minha opinião é que alguns ditados são descabidos e eu discordo, por exemplo. "Tudo vale a pena se a alma não é pequena" (Fernando Pessoa) Discordo desse ditado quando está numa situação em que se está sendo prejudicado; no sentido negativo de estar sendo imposto a mim.

Comentários



Agora é para quem quiser...
03/04/2016 às 20:49

Penso que mesmo com o d√©ficit or√ßament√°rio, talvez seja cab√≠vel defla√ß√£o, sim, por causa da explora√ß√£o, penso ser adequado restitui√ß√£o devida e cab√≠vel √†s pessoas que s√£o privadas de seus bens de consumo por embargo oficial ou extraoficial no caso. Para que as pessoas possam usufruir de seus bens de consumo, e, para que os bens de consumo n√£o sejam perdidos e nem usurpados. Por causa da desonestidade. O que acontece no comercio √© isso, as lojas est√£o dando desconto nos produtos como, carros, m√≥veis e casas. Com um pre√ßo acess√≠vel as lojas vendem mais, e a margem de lucro continua a mesma. O problema n√£o era s√≥ o pre√ßo, e sim a inadimpl√™ncia. No entanto, hoje em dia √© s√≥ querer que voc√™ consegue o produto, im√≥vel, carro ou m√≥veis desejados. Como eu disse aos lojistas. Voc√™s querem vender ou ganhar dinheiro? Consegue-se ganhar dinheiro investindo em a√ß√Ķes ou empreendendo, os produtos est√£o sendo mostrados para serem vendidos. "as terras dos pobres produzem boas colheitas, mas os homens desonestos n√£o deixam que elas sejam aproveitadas." Prov√©rbios 13;23

Comentários



Cr√īnica, "o assalto."
03/04/2016 às 20:14

Quando a empregada entrou no elevador, o garoto entrou atr√°s. Devia ter uns dezesseis, dezessete anos. Negro. Desceram no mesmo andar. A empregada com o cora√ß√£o batendo. O corredor estava escuro e a empregada sentiu que o garoto a seguia. Botou a chave na fechadura da porta de servi√ßo, j√° em p√Ęnico. Com a porta aberta, virou-se de repente e gritou para o garoto: - N√£o me bate! - Senhora? - fa√ßa o que quiser, mas n√£o me bate. - N√£o, senhora, eu... A dona da casa veio ver o que estava havendo. Viu o garoto na porta e o rosto apavorado da empregada e recuou, at√© pressionar as costas contra a geladeira: - Voc√™ est√° armado? - Eu? n√£o. A empregada, que ainda n√£o largara o pacote de compras, aconselhou a patroa, sem tirar os olhos do garoto: - √Č melhor n√£o fazer nada madame, √© melhor n√£o gritar. - Eu n√£o vou fazer nada, juro. Disse a patroa quase aos prantos. Voc√™ pode entrar, pode fazer o que quiser. N√£o precisa usar viol√™ncia. O garoto olhou de uma mulher para outra. Apalermado. Perguntou: - Aqui √© o 712? - O que voc√™ quiser. Entre. Ningu√©m vai reagir. O garoto hesitou, depois deu um passo para dentro da cozinha. A empregada e a patroa recuaram ainda mais. A patroa esgueirou-se pela parede at√© chegar √† porta que dava para a saleta de almo√ßo. Disse: - Eu n√£o tenho dinheiro. Mas o meu marido deve ter. Ele est√° em casa. Vou chama-lo. Ele lhe dar√° tudo. O garoto tamb√©m estava com os olhos arregalados. perguntou de novo: - Este √© o 712? Me disseram para pegar umas garrafas no 712. Luiz Fernando Verissimo.

Comentários



Quando a verdade é dita a justiça é feita...
27/03/2016 às 18:43

Não se mostra viável acolher pleito indenizatório por afronta à honra da empresa quando se está a frente a mero envio de correspondências contendo boletos bancários para pagamento de dívida inexistente. Não obstante a imprensa livre remedeia-se a si mesma, porque não pode haver razão para que a mentira, sendo igualmente livre como a verdade, prevaleça contra esta. Um dia a Justiça vencerá gente...

Comentários



A bom entendedor, piscada de olho é mandada...
27/03/2016 às 18:36

Penso que √© vantajoso e aproveit√°vel ler cap√≠tulos completos dos livros em cada etapa, por√©m por vezes √© preciso ser sensato com rela√ß√£o a livros, letras cap√≠tulos, etc. Ledo um cap√≠tulo por etapa √© uma escolha pr√°tica. Mas por vezes eu leio por assunto, eu vou indo bem. Como tem passado? A respeito de meu adjunto, o locutor L√ļcio, digo, com rela√ß√£o ao meu adjunto por considera√ß√£o: eu n√£o o conhe√ßo pessoalmente... Cada um vende seu peixe. Em fun√ß√£o das r√°dios.

Comentários



Qual é o problema?
27/03/2016 às 18:28

"H√° um grave perigo de termos duas confiss√Ķes. Uma seria da integridade da Palavra, e a outra seria das nossas d√ļvidas e temores..." Kenneth E. Hagin

Comentários



Humildade.
27/03/2016 às 18:25

Humildade: virtude que nos dá o sentimento da nossa fraqueza, modéstia... "Pense no que Deus faz. Quem pode endireitar o que ele fez torto? Quando as coisas correrem bem, fique contente; quando as dificuldades chegarem, lembre-se disto: é Deus quem manda tanto a felicidade como as dificuldades, e a gente nunca sabe o que acontecerá amanhã." Eclesiastes

Comentários



O pouco com Deus é muito, o muito sem Deus é pouco...
27/03/2016 às 18:04

Penso que cr√©dito √© para presentes, e d√©bito √© para mantimentos. Porque a palavra cr√©dito est√° relacionad com presentes, est√° relacionada em acreditar. Dinheiro em esp√©cie est√° relacionado com honestidade, e, eu penso que a quantia, qualquer quantia em dinheiro em esp√©cie denota valor. Dinheiro em esp√©cie penso que deve ser utilizado como instrumento de permuta para produtos de consumo, como, cigarros, revistas, jornais, alimentos; dinheiro em esp√©cie deve ser utilizado para produtos de valor e servi√ßos tamb√©m, como tarifa de taxi. √Č aceito para alimentos e mantimentos e roupas tamb√©m. O d√©bito em conta banc√°ria √© uma transa√ß√£o financeira pr√°tica adequada para mantimentos, como roupas. Penso que o limite de cr√©dito pessoal estabelecido para a pessoa f√≠sica em geral serve de refer√™ncia ao or√ßamento e a categoria de produtos que a pessoa est√° habilitada a adquirir. O d√©bito √© para mantimentos, o cr√©dito para produtos e o dinheiro em esp√©cie √© para bens de consumo... Penso que o servi√ßo que a ag√™ncia oferece com rela√ß√£o a cheques, tal√Ķes de cheque, deve ser usado adequadamente para grandes quantias de dinheiro relacionado a bens dur√°veis, por exemplo, a compra de um carro; no xadrez por em xeque √© colocar o rei em digamos empasse... Cheque: ordem de pagamento dirigida a um banco por pessoa ou firma que a√≠ tenha conta de dep√≥sito, em favor de outra pessoa ou firma...

Comentários



Eu n√£o quero nem saber quem pintou o cavalo branco...
27/03/2016 às 17:59

Casamento não é um dever, e, esta longe de ser um ideal. Existem dois tipos de pessoas, os que vão direto ao assunto e os que usam turbante...

Comentários



Um jovem é sábio em força...
12/02/2016 às 16:39

Penso que √© certo eu agir com austeridade, e, com a prorroga√ß√£o das hostilidades, defender-me com seguran√ßa de modo leg√≠timo. Isso √© certo. Entretanto, contudo eu tenho muito que aprender e fazer, para estar preparado, e devo proceder de maneira adequada. Sou t√£o jovem e tenho tanto que viver e aprender, e, h√° muito que eu possa fazer. Espero ter a chance de ter sucesso, e ter √™xito nas atividades as quais me propus a fazer. Espero que n√£o haja abusos de autoridades, para que eu tenha tempo. Eu espero ter uma vida calma, feliz e tranq√ľila, vivendo por muito tempo e estar satisfeito. Seria empolgante empreender uma Guerra e ser vitorioso. Contudo isso traz muitas implica√ß√Ķes. Penso que n√£o se pode acatar tudo o que o inimigo imp√Ķe...

Comentários



E acabou-se a história porque morreu a vitória...
12/02/2016 às 16:29

Penso que a inimizade tem proveni√™ncia em rela√ß√£o a minha vida, do sentimento de inferioridade, inseguran√ßa, insatisfa√ß√£o e tamb√©m de antagonismo de outrem. Entretanto, contudo, eu sou uma pessoa boa; procuro o bem. Penso que n√£o √© certo agir com vileza. Se √©¬īposs√≠vel entrar em um acordo com meus imnimigos de maneira agrad√°vel, penso que eles seriam aben√ßoados e teriam sucesso, seriam felizes e eu ficaria contente, contanto que , com a condi√ß√£o de que, isto n√£o fosse um vilip√™ndio. Contudo n√£o sou um m√°rtir. Entretanto, talvez seja adequado labutar pelos meus direitos de maneira adequada, apropriada e leg√≠tima. Visto que meus inim,igos n√£o est√£o por vezes certos. Por√©m, acredito que seja poss√≠vel conciliar e talvez conviver em conformidade, resignado. Mas √© preciso ter cuidado pois eu quero e estou resolvido a agir direito, sem contudo ser lesado. Por cousa, porque, devido a eu ser uma pessoa compreensiva. Muito embora posso agir com austeridade e sujeit√°-los respeitosamente, isso pareceme certo. "Existe um tempo certo e um modo certo de fgazer cada coisa" Eclesiastes 8;6

Comentários



Se ele foi tolo ou sábio, ninguém sabe...
12/02/2016 às 16:12

A simplicidade nas pessoas que eu tenho percebido √© algo admir√°vel, singelo. E eu diria at√© comovente e bonito. Entretanto √© um tanto constrangedor, embara√ßoso, mas singelo e bonito; eu diria at√© nobre.√Č certo e bom lidar com isso com pureza de car√°ter. Na minha opini√£o √© embara√ßoso. √Č correto apreciar...

Comentários



Aonde você quer chegar garota?
12/02/2016 às 16:08

Porque voc√™ n√£o quer usar a roupa linda que seu pai separou para voc√™ garota? Penso que Deus tem um plano e um prop√≥sito maravilhoso para minha vida, por√©m, desconhecido. Esta frase diz sobre teimosia. Penso que com o tempo e nas condi√ß√Ķes certas, corretas, direitas, posso ter uma vida adequada de acordo com os prop√≥sitos de Deus e planos por ele definidos. Acredito que Deus faz planos para mim, digo Deus faz planos para n√≥s, e, penso que a vida conforme estes planos pode ser agrad√°vel, embora h√° contrariedades na vida, por√©m, acredito com confian√ßa que as dificuldades possam ser superadas...

Comentários



Promovendo conhecimento...
12/02/2016 às 15:55

Penso que uma profissão é algo nobre e também um desígnio de Deus ao indivíduo; embora se possa crescer e fazer outras atividades e ter hobbies fazendo parte do conhecimento e enriquecimento de um indivíduo. Porém acredito que dedicar-se a uma profissão é de grande valia e nobre. Entretanto eu particularmente estou comprometido com diversas atividades de importancia singular, porém, pretendo retomar minha profissão. Será necessário coragem, disposição, tempo, comprometimento, esforço, certa disciplina, inteligência, capacidade e perseverança. Espero concluir minhas atividades, e, logo depois, retomar minha profissão com dignidade...

Comentários



Penso...logo existo.
12/02/2016 às 15:44

Seja sábio meu filho, então eu serei feliz e saberei dar uma boa resposta a quem me criticar. Provérbios 27;11

Comentários



O futuro est√° em suas m√£os.
23/01/2016 às 20:48

"Devemos conduzir nosso olhar para o futuro. Para isso devemos entender nosso destino grandioso..." Prefeito de Raccoon, Michel Warren.

Comentários



Obedeça as ordens do rei.
23/01/2016 às 20:18

Penso que na eternidade passada o Soberano Deus ordenou as situa√ß√Ķes referents a minha situa√ß√£o para eu agir em conformidade. Portanto a realidade corresponde as determina√ß√Ķes de Deus, e isto √© maravilhoso. Acredito que a realidade atual e as situa√ß√Ķes s√£o conforme a presci√™ncia de Deus. No entanto a vida apresenta contrariedades... Penso em ter uma vida satisfat√≥ria para com as pessoas, mas principalmente penso em ser aprovado por Deus. Esta forma de pensar √© intrinseca √† minha pessoa. No entanto, penso que isto √© irrelevante,pois vida em todos os seus aspectos, par√Ęmetros √© certamente, completamente indel√©vel. Todavia acho inteligente a proposta de trabalhar, conquistar, empreender, lidar, etc. Algo como do tipo: "Vida, fa√ßa voc√ä mesmo, a sua hist√≥ria com suas carater√≠sticas, caminho e escolhas... Acho assustador pensar consoante com isso em contrapartida: "a vida √© implac√°vel." Talvez a vida seja implac√°vel, mas n√£o gusto de pensar desta maneira pessimista. gusto de pensar que a vida √© feita de surpresas agrad√°veis. Gosto da frase: √Č bom ter esperan√ßa... Gosto de m√ļsica, o future √© para mim algo desconhecido, por√©m, penso no future como algo maravilhoso, grandioso, sublime. Entretanto sou um tanto resignado; classifico-me. Compreendam...

Comentários



Deus governa o mundo.
23/01/2016 às 20:16

Penso em rela√ß√£o ao fato de Deus governor o mundo... No entanto existem muitas coisas no mundo, recursos, pessoas, lugares. Existem sistemas administrativos, governos, circunst√Ęncias. Penso que Deus pode lan√ßar m√£o destes fatores no que se diz respeito com seu governo terrestre. Deus √© Soberano. Inclusive acredito que o governo de Deus √© um governo Celeste, Et√©reo. Mas a Soberania de Deus √© incontest√°vel, embora h√° sofrimento no mundo; n√£o gusto de pensar que Deus √© respons√°vel pelo sofrimento, embora o castigo de Deus √© contra toda a maldade, sim eu entendo, como reg√™ncia...

Comentários



Cr√īnicas.
23/01/2016 às 20:08

Penso que há muito material didático e educacional e amparo religioso atualmente e que é inteligente e sábio viver de acordo com as referências existentes para uma vida ideal; compreendam. No entanto vejo que as pessoas geralmente cometem muitos equívocos. Percebo que mesmo pessoas célebres cometem muitos equívocos e há certa insatisfação relative mesmo em pessoas célebres...

Comentários



Pensamento.
23/01/2016 às 19:52

Os pensamentos de uma pessoa são como água em poço fundo, mas quem é inteligente sabe como tirá-los para fora. Provérbios 20;5

Comentários